top of page

Transição de carreira: Passo 3 – Estrutura emocional

Atualizado: 21 de mai. de 2023

Você está pronto para enfrentar os desafios emocionais que uma transição de carreira pode trazer? Essa pergunta assusta você? Ou você bate no peito e diz: Claro que estou! Adoro desafios.


Mas há apenas uma maneira de descobrir se você está realmente preparado emocionalmente.


Por quanto tempo você tem se dedicado ao estudo e exploração de suas fragilidades emocionais? Quanto você realmente conhece sobre seus bloqueios e autossabotagens emocionais e inconscientes? Se a resposta for "pouco", você ainda não está preparado.


Por que digo isso?


Você tem (assim como todo mundo, mas estou falando especificamente com você, certo?) uma parte de seus defeitos no seu inconsciente. Eles são feios e desagradáveis. A vontade de ser melhor que os outros, seus medos, teimosias e outras fragilidades.


Durante uma transição de carreira, algumas dessas fragilidades virão à tona. Como?


Aquele plano perfeito, aquela estratégia supercalculada com base em toda a sua valiosa experiência profissional anterior, em alguns momentos não dará certo. Você não saberá o motivo e tentará repetidas vezes, fazendo ajustes externos sem sucesso.


Além disso, as amizades e relacionamentos que te admiravam na carreira anterior serão abalados, mas não necessariamente perdidos. O abalo é necessário para o seu crescimento.


Você pode estar se perguntando: É realmente necessário passar por tudo isso? Não é possível apenas mudar de trabalho?


Você pode tentar, mas tenha certeza de que pagará um alto preço em dinheiro e tempo. A autossabotagem inconsciente é uma das forças mais poderosas que impedem a mudança. Ela reside em você, mas cria situações externas. Esse tema é amplamente estudado em formações psicológicas e, no entanto, poucas pessoas o levam em consideração. Você toma atitudes que prejudicam seus planos, muitas vezes sem sequer perceber. E isso dói.


Observe que todos que realizam uma transição de carreira bem-sucedida, em algum momento, buscam ajuda para lidar com suas emoções. Se você começar assim, otimizará muitas coisas no processo.


Além disso, o processo de fortalecer sua saúde emocional traz dois grandes benefícios:


1. Sua saúde emocional melhora em todas as áreas de sua vida (não apenas na transição de carreira).

2. A escolha de sua nova carreira e a forma como você lida com a transição se tornam mais claras, pois você não decide apenas com base em impulsos mentais, mas sim na união entre mente e emoção. Isso é extremamente poderoso.


Portanto, avalie e reflita. Você já começou a aprender a lidar com suas emoções?


Assista ao vídeo no YouTube para saber mais: https://youtu.be/OckUuLrlN1s


Está gostando até agora?


No próximo texto, haverá mais informações.


Até lá,


Heitor G. Fagundes

Terapeuta


8 visualizações2 comentários

2 Comments


Autoconhecer-se significa ter verdadeira sensação de segurança, paz, liberdade. Qdo somos verdadeiramente acompanhados por esse sentimento o exterior muda, ele reflete o nosso interior, nosso guia mestre. O trabalho precisa ser a partir do interior, se começar pelo exterior pode até funcionar num primeiro momento, mas ñ será perene no tempo.

Like
Heitor G. Fagundes
Heitor G. Fagundes
May 27, 2023
Replying to

Olá, é isso mesmo. E o processo de transição de carreira vai trazer muito autoconhecimento a tona. Este pulsar por uma mudança "externa" como você diz é um reflexo de um anseio por uma mudança dentro. Mas fazer esta ponte não é algo óbvio e quase impossível de se fazer sozinho. Neste passo o que ressalto é que não preciso tentar fazer isso sozinho. Quando você aceita ajuda no processo, os insights e as transformações acontecem muito, muuuito, mais rápido e com menos esforço (e portanto, menos prejuízo de tempo e dinheiro).

Like
bottom of page